Login / Cadastre-se

Porque trabalhar com o Keyshot?

15/09/2014 - ver comentários
Porque trabalhar com o Keyshot?

 

Quem já trabalha  a um certo tempo no mundo da computação gráfica já deve estar acostumado com os avanços da área, que trazem a cada dia novos programas e plugins para o mercado. A questão no entanto, que muitos artistas experientes e principalmente os iniciantes muitas vezes se perguntam é:

Qual workflow devo seguir? O que realmente vale a pena? O que integra melhor com o que já trabalho? 

 

Partindo da observação acima, vamos falar aqui sobre tudo o que você precisa saber sobre o Keyshot. O primeiro ponto a ser desmestificado é que não se trata de um programa complexo, que exige horas de estudo para compreensão e domínio. Trata-se de um programa extremamente prático e usual. Em poucos minutos de testes e pesquisas qualquer artista irá se sentir comfortável como o programa. Neste sentido aplica-se três caracteristicas fundamentais. A primeira é a grande biblioteca de materias prontos, que podem ser manipulados e aceitam importar texturas. A segunda é a as cenas de imagens HDRIs prontas para vários tipos de iluminação, seja de studio, externa ou interna. O programa ainda permite importar suas próprias imagens HDRI. E a terceira característica fundamental para a facilidade de assimilação é a interface, que é muito simples intuitiva e prática.

Tendo essas breves observações em mente já podemos identificar um enorme público que pode vir a se interessar. É claro que uma decisão como essa sempre será pessoal e irá depender muito de cada necessidade. Mas podemos afirmar que para todos aqueles que não tem tempo ou interesse em se aprofundadar com estudos avançados de iluminação, o keyshot será uma grande oportunidade. Para quem trabalha com solidworks, inventor e design de produto em geral poderá finalmente ver seus trabalhos com muito mais realismo. Para quem não tem interesse em trabalhar com animação, deseja aprender 3d para materiais impressos ou apresentações, diretores de arte e designer gráficos em grande parte, poderam focar seus estudos em modelagem e pintura digital com o zbrush e photoshop por exemplo. Sem se preocupar em aprender um programa muito mais complexo como 3ds max, Maya, Blender e Cinema 4D. E mesmo para os que trabalham com animação 3d e motion graphics pode ser interessante ao menos experimentar este programa para ter aquela carta na manga quando o prazo aperta e o render demora. Afinal, a Luxion também incorporou recursos para exportar animações. Mas quem se interessa por maquetes eletrônicas e animações avançadas de 3d, ainda não vale a pena se aventurar, plugins como o vray e o corona além do clássico mental ray serão escolhas muito melhores. Lembramos ainda que a integração com outros softwares é extremamente fácil e amigavel, aceitando dentre os formatos importar em Obj e FBX.  

Resumindo esta pode ser a inclusão de pipeline 3d que estava faltando para muitos. Experimente você mesmo e chegue a suas própias conclusões.

 

Para quem já conhecia o programa vale a pena testar a última versão. Dentre as melhorias podemos destacar melhoras significativas para preview de materiais e objetos. Além disso, agora com a numvem Keyshot você estará sempre apenas a alguns cliques de uma biblioteca de texturas e presets, constantemente atualizados pela comunidade KeyShot.

 

 

Cofira abaixo um vídeo demonstrativo...

 

 

 

Mais informações acesse o site oficial do Keyshot


Ampliar Clique na foto para ampliar

< VOLTAR


Produtos nesta notícias: